Sabe por que tanta gente vai em festas trance?

Um verdadeiro Festival de Trance é uma celebração que vai além de apenas ótimas músicas e bons dj’s, envolve diversas atividades como arte, cultura, sustentabilidade, educação e principalmente espiritualidade. E é por isso que a Dabdog separou alguns motivos para você ir e conhecer a cultura de uma festa trance!

O Trance é um dos estilos musicais que revive o conceito original da música, onde os ritmos são usados para alterar estados de consciência e trazer a espiritualidade e dissociação.

Festa e festivais que levam consigo a real essência do trance são verdadeiros ninhos de artistas desde malabaristas a cantores, passando por produtores musicais, intervencionistas, atores e atrizes e etc. O movimento nasceu com a ideia de reunir “cabeças pensantes” e artistas que acreditavam que a arte é um dos pilares de uma sociedade civilizada e harmônica.

O ritmo do baixo e do drum ao intercalar com outros sons pode provocar uma espécie de realidade temporal ou virtual. É muito fácil perder-se na música ou esquecer-se inteiramente e, ao fazê-lo, é possível esquecer todos os pensamentos estranhos e negativos por completo e voltar-se toda a atenção a ela.

O estilo trance, em especial, é estudado para estimular as ondas theta do cérebro, associadas com os níveis de sono. É um estado de relaxamento extremo onde ocorre o sono pesado, um fenômeno que é quase inatingível em um estado consciente. O único método conhecido para chegar ao mesmo estado é o da meditação intensa.

Goa Gil descreve suas experiências desta maneira: “Dança é meditação ativa. Quando dançamos, vamos para além do pensamento, da mente e da nossa individualidade. Transformamo-nos em ‘Um’ no divino êxtase da união com o Espírito Cósmico. Sermos ‘Um’ no êxtase divino da união com o Espírito Cósmico é a essência da Experiência do Trance na Dança. Esta é a forma como veneramos o Divino. Esta é a minha religião e a minha filosofia!!”.